O significado dos pontos da EFT

pontosDiferentemente da acupuntura tradicional, os pontos usados na EFT independem da sua relação com o físico. Isso porque na EFT batemos apenas em um ponto específico de cada meridiano (de modo geral, o ponto terminal). Com isso, criamos uma harmonia e equilíbrio no corpo inteiro, mexendo em todos os meridianos do corpo. Por exemplo, se houver um problema na vesícula, a EFT vai tratar o corpo como um todo, e não vai bater apenas no ponto da vesícula.

É por essa razão que, para a EFT, não é importante saber exatamente que ponto está sendo usado e tampouco a sua serventia.

São doze os meridianos que percorrem o nosso corpo. E em cada um deles há inúmeros pontos energéticos, chegando a 361 pontos no total. Ao conceber originalmente a EFT, Gary Craig reduziu esse universo de centenas de possibilidades de seqüência de batidas em diversos pontos para um procedimento único de apenas doze pontos.

O processo da EFT é redundante e cobre praticamente todos os meridianos. No início, a seqüência de doze pontos batia em um ponto de cada meridiano. Com o desenvolvimento da técnica, esse número diminuiu, e foram “eliminados” certos pontos de meridianos, como o do fígado, do pulmão, intestino grosso e coração, e acrescentado o ponto em cima da cabeça, que é o sétimo chakra e encontro de vários meridianos.

Ainda assim, a título de curiosidade, preparei uma tabela, na forma de um e-Book, dos pontos usados na EFT (os oito pontos principais, mais o ponto do caratê, assim como o ponto “gama” e os pontos nos dedos).

A tabela mostra a relação desses pontos atualmente usados na EFT, seu localizador de acordo com a medicina tradicional chinesa e o benefício de seu uso na prática, tanto para eliminar os sentimentos negativos quanto para desenvolver os positivos.

Basta baixar o E-book GRATUITO! (clique na linha abaixo)

>> Receba um e-book GRÁTIS sobre o significado dos pontos <<

 

 

 

Comentários