EFT à distância

rostoA EFT envolve estímulos em pontos energéticos (da acupuntura) e também o foco e mentalização do problema, além da verbalização de certos comandos para neutralização da resistência. Certo? Corretíssimo.

Então, como seria possível fazer a EFT à distância? Não existe evidência científica para o fato, exceto os inúmeros relatos de que tal procedimento dá certo. Eu próprio já vivenciei isso.

Minha explicação sobre o fato é de que estamos todos unidos em uma grande rede, no fundo somos todos partes de um todo e, ao fazer o tapping em mim, pensando em outra pessoa, eu também estou acessando o sistema energético dela. É uma visão mais espiritual da EFT e, por incrível que pareça, funciona muito bem.

Eu presumo que você já saiba como aplicar a EFT, da maneira tradicional. Caso contrário, dê uma olhada nessa página aqui.

Quando se pode aplicar a EFT à distância? Sempre quando alguém está incapacitado de receber o tapping, seja pela distância física, seja por alguma doença ou seja pela própria mentalidade, como em um animal ou um bebê, por exemplo.

E como aplicar? É necessário um verdadeiro sentimento de união com a pessoa ou animal com quem você quer trabalhar. Ao mesmo tempo, deve-se estar livre de qualquer intenção particular para que essa pessoa melhore, principalmente se você deseja que ela melhore da maneira como você quer. Quem aplica a EFT nesse caso, deve estar livre de qualquer sentimento ou ego. Portanto, antes que se queira trabalhar em alguém, deve-se primeiro fazer seu próprio dever de casa.

E esse, talvez, seja a questão mais difícil de tratar quando se quer fazer EFT à distância. Muita vezes nos dói a situação de outra pessoa, e queremos ajuda-la. Mas primeiro temos que nos ajudar, ou seja, temos que estar tranquilos em relação a essa pessoa. Muitas vezes a nossa ansiedade em relação ao assunto só atrapalha, e no final, não conseguimos ajudar. Se nós, primeiro, limpamos nosso campo de energia, a pessoa que receberá a EFT, então, pode também se beneficiar.

E fica aqui também o recado: Não tente sair por aí querendo salvar o mundo, ou pelo menos querendo curar todos em sua família. A paz mundial começa em casa. Portanto, cuide primeiro de você, antes que queira curar ao próximo. É necessário estarmos livres de qualquer ego pessoal, pontos de vista e opiniões. Isso faz com que possamos estar limpos para perceber e sintonizar com a pessoa a quem queremos tratar.

Primeiramente, devemos pedir permissão à pessoa ou ao animal. Essa permissão pode ser feita mentalmente também. Muitas vezes é impossível pedir essa permissão. A EFT à distância é feita com a intenção de ser um presente a ser ofertado. E é sempre bom, também, intencionar, em sua mente, para quem você está fazendo a EFT: “Essa EFT agora é para _____”, por exemplo.

Você pode fazer o tapping em si próprio(a), ou até na foto da pessoa que quer tratar. Pode se usar a primeira pessoa, ou seja, dizer “mesmo que eu tenha tal problema…”, pois você está fazendo como se fosse a pessoa. E pode-se também fazer em segunda pessoa, dizendo “mesmo que você…” O importante é estar espiritualmente sintonizado no “eu” superior e aberto para que a cura venha por sua própria conta. Você é apenas um instrumento.

É muito gratificante, pois, você se sente bastante útil em poder ajudar alguém ou ao animal, em uma situação que talvez seja impossível de se fazer via procedimentos normais. E você pode usar e adaptar em qualquer situação, de acordo com sua criatividade.

É importante estar ciente, também, que não será como a EFT tradicional, onde você pode conversar com o paciente e saber como ele se sente, as mudanças que acontecem e a possível solução. No caso da EFT à distância, você não fica ciente do resultado. Deve sempre ser feita com total desapego.

Comentários